fbpx

Investimento de baixo risco: conheça as principais opções do mercado

Redação Redesul :)

Redação Redesul :)

O melhor da Redesul com estratégias para prosperar e aumentar seus investimentos.

investimento de baixo risco

Quem quer começar a investir, mas ainda não se sente seguro para isso, seja por falta de informação correta ou mesmo por ter um perfil conservador, pode iniciar pelo investimento de baixo risco. Existem algumas boas opções no mercado que podem ser aproveitadas por quem quer aumentar os rendimentos e, neste post, vamos detalhar algumas delas.

Se você quer descobrir qual a melhor forma de investir, mas não sabe como, não se preocupe. Com as informações a seguir, ficará mais fácil realizar essa empreitada com sucesso. Continue lendo e saiba mais!

Investimento de baixo risco com fundos de renda fixa

Uma das opções mais populares de investimento de baixo risco existentes no mercado são os fundos de renda fixa. São oferecidos por diversos bancos e instituições financeiras e têm sido a escolha de muitos brasileiros. A principal razão se dá pela previsibilidade desse tipo de fundo, ou seja, você consegue saber de antemão o quanto receberá ao aplicar o seu dinheiro.

Em contrapartida, é comum existir uma taxa de administração que pode variar de 0,5% a 4,0%. Se os ganhos não compensarem tal cobrança, isso pode comprometer seus rendimentos. Por isso, é bom calcular essa variação antes de sair aplicando sem planejamento.

Outras informações importantes sobre os fundos de renda fixa é que eles se subdividem em três tipos principais, sendo:

  • fundos de renda fixa simples: ao menos 95% do Patrimônio Líquido são alocados em títulos de renda fixa;
  • fundos de renda fixa indexados: acompanha as variações de indicadores de referência do mercado e podem haver pequenas oscilações no montante a ser recebido;
  • fundos de renda fixa de investimentos no exterior: ao menos 40% do Patrimônio Líquido são alocados em ativos no exterior ou mesmo 80% dos títulos podem advir em dívida externa.

Outro ponto essencial a ser compreendido é que o tempo para resgatar seu investimento também varia de três formas principais: curto prazo (short duration), duração média (mid duration) e prazo longo ou livre (long duration).

LCA

investimento de baixo risco LCA

A LCA, sigla que significa Letra de Crédito do Agronegócio, é também um investimento de baixo risco e com bom retorno financeiro. As instituições financeiras, como bancos públicos e privados, vendem essa carta de crédito como forma de gerar fundos para o desenvolvimento do setor agrícola no país. Assim, você empresta dinheiro para o agronegócio e ele o devolverá com juros.

Uma de suas maiores vantagens está na isenção do Imposto de Renda (IR) e no rendimento, que pode ser superior a 90% do CDI. E você deve se estar se perguntando: mas o que é CDI? CDI é uma taxa cobrada pelos bancos para transações entre instituições financeiras. Isso significa que a rentabilidade da LCA é alta, sobretudo se comparado a opções comuns e pouco expressiva como a Caderneta de Poupança, por exemplo.

A LCA também se subdivide em três tipos principais, assim como acontece em outros tipos de fundos de renda fixa. Veja:

  • prefixada: o banco já pré-define a taxa de juros a ser cobrado na letra e você sabe de antemão o quanto estará rentabilizando da sua aplicação;
  • pós-fixada: acompanha indexadores do mercado que podem oscilar para mais ou para menos durante esse processo;
  • híbrida: mescla as duas modalidades; isso significa que o banco utilizará um indexador específico, acrescido de uma taxa de juros pré-determinada. Dependendo de qual indexador for, pode ser bastante vantajoso.

Como você pode ver, são muitos os detalhes mas com as informações certas é possível investir com segurança.

LCI

A LCI segue um formato parecido com o da LCA, porém, em vez de emprestar dinheiro ao agronegócio, você investe no setor imobiliário. A sigla LCI significa Letra do Crédito Imobiliário. Por meio dela, instituições financeiras vendem títulos que são reaplicados nesse setor, e o investidor recebe de volta esse empréstimo pago com juros.

Este investimento de baixo risco, porém, tem algumas peculiaridades que merecem ser consideradas. A primeira é que o montante inicial exigido para financiamento costuma ser um pouco maior do que é visto em outros fundos de renda fixa. Além do mais, pode existir um período de carência de 90 dias, ou seja, não é possível retirar o dinheiro sem perdas antes desse prazo. Vale considerar também que esse tipo de investimento não é levado em conta em operações na Bolsa de Valores, por exemplo.

Todavia, existem também vantagens consideráveis já que no modelo pré-fixado para esse tipo de carta você pode ter até 120% de retorno ao ano. Mesmo no pós-fixado se chega a valores como 98% do CDI e no híbrido pode se ter bons rendimentos em combinações como taxa de IPCA acrescida de 4% de juros.

Tesouro Selic

investimento de baixo risco Tesouro Selic

O Tesouro Selic, conhecido também como LFT, é uma opção bastante popular no mercado brasileiro. Sua boa rentabilidade atrelada à grande segurança que oferece já que você estará comprando diretamente do governo, têm feito com que o Estado arrecade bilhões ao ano com esse tipo de título.

Como o próprio nome sugere, é um investimento atrelado à taxa Selic, que é o juro básico de referência em nosso país. Quando a taxa Selic está baixa, seu rendimento pode ser menor, e quando ela aumenta, sua renda cresce junto. Obviamente, ela é mais indicada em momentos nos quais os juros estão altos, o que significa que você ganhará mais.

IPCA

O IPCA é o índice que mede a inflação em nosso país e é mensurado todos os meses pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Sua sigla significa Índice de Preços ao Consumidor, por que é ele quem indica qual o valor o consumidor final estará pagando pelos bens de que precisa para poder viver.

Assim como acontece no Tesouro Selic, os investimentos no IPCA costumam valer mais a pena quando a inflação está alta, pois sua aplicação acompanhará o crescimento desse índice. Quando ela está baixa, os ganhos serão menores. É importante entender isso também pelo fato de que o IPCA é bastante usado nas modalidades híbridas entre pré e pós-fixado nos fundos de renda fixa.

Consórcio

O consórcio é diferente dos investimentos financeiros tradicionais, porque você não recebe juros ou dividendos. De qualquer forma, é uma ferramenta bastante utilizada para a ampliação de patrimônio de maneira programada e inteligente.

Você pode adquirir uma ou várias cotas de imóveis e investir em pequenas parcelas sem juros. Depois de contemplado, você aluga esse imóvel e com o dinheiro do aluguel quita o restante do consórcio. E pode fazer isso sucessivamente, adquirindo vários patrimônios de forma barata e planejada.

Outra maneira de investir no seu patrimônio usando o sistema de consórcio é através da venda de cartas contempladas. Para isso, basta vender o seu consórcio depois de contemplado, adquirindo um lucro de aproximadamente 30% sobre essa venda.

Os números comprovam o sucesso desse sistema:

  • 7,263 milhões de participantes no Brasil
  • 925 mil consorciados investindo em imóveis
  • R$ 34 bilhões em crédito disponível só em 2019
  • 800 mil pessoas jurídicas
  • R$ 106,08 bilhões em negócios por ano
  • 3,3% do Produto Interno Bruto de 2018

Invista com sabedoria

Agora que você conhece melhor as principais opções de investimento de baixo risco disponíveis no mercado, já pode decidir com mais propriedade o que é mais interessante para o seu bolso. E aqui é importante destacar que para aumentar ainda mais a sua rentabilidade, é interessante diversificar os seus investimentos, aplicando em várias modalidades de acordo com o seu perfil de investidor.

Se você achou interessante esses investimentos em fundos de renda fixa, que tal conhecer melhor a estratégia que empresários estão utilizando para levantar crédito rápido sem juros? Estamos falando do Consórcio Contemplado para empresas, uma excelente solução para quem precisa de crédito rápido.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quem leu este post leu também :)

Entenda o que é e como fazer antecipação de recebíveis

5 práticas para fazer uma boa gestão financeira empresarial

Entenda as vantagens de ter um imóvel para renda

Quer saber por que as empresas fecham? Veja as principais causas!

Por que a busca por consórcio imobiliário aumentou na pandemia?

3 maneiras de conseguir capital de giro sem fazer empréstimo

Materiais Educativos

Como conseguir capital de giro com consórcio

Crédito para investir no que quiser na sua empresa, pagando no mínimo duas vezes mais barato que empréstimo e no prazo certo.

Fale com nossos especialistas.

Trabalhe com a Redesul

Anexar Currículo no formato: .doc .pdf .docx (max 5mb )