fbpx

3 maneiras de conseguir capital de giro sem fazer empréstimo

Redação Redesul :)

Redação Redesul :)

O melhor da Redesul com estratégias para prosperar e aumentar seus investimentos.

O maior desafio das empresas hoje é manter recursos para garantir as operações. Nesse sentido, conseguir capital de giro é algo na maioria das vezes desgastante e, não raro, extremamente caro: as parcelas e os juros são altos e o prazo de pagamento é curto.

Pensando em ajudar você a encontrar alternativas para o seu negócio, reunimos informações sobre 3 maneiras de levantar esse recurso sem fazer empréstimo.

Continue lendo e descubra as opções que você tem!

Qual a importância do capital de giro?

O capital de giro pode ser definido como o fundo de reserva que garante os recursos disponíveis para manter o negócio funcionando, independente se tem dinheiro entrando no caixa.

Nos primeiros meses de um empreendimento, ele é crucial. Mas não apenas isso.

Mesmo quando a empresa já está funcionando e tem uma carteira expressiva de clientes, o capital de giro continua tendo papel importante, já que diversos consumidores não pagam à vista e usam cartão de crédito.

Isso significa que nem sempre você terá o dinheiro do produto ou serviço vendido na hora da venda. Assim, você precisa planejar seu estoque e se preparar para não ficar a ver navios quando os compromissos financeiros essenciais baterem à porta.

Em meio a esse desafio, muitos empreendedores recorrem a empréstimos para garantir que a empresa continue em atividade. O problema é que os juros e o acúmulo de dívidas podem ter um efeito contrário no médio e longo prazos.

É disso que falaremos no próximo tópico. Prossiga com a leitura!

Como conseguir capital de giro sem empréstimo?

Existem algumas maneiras de conseguir capital de giro sem necessariamente recorrer a empréstimo, falaremos de 3 estratégias principais: refinanciamento de bens, desconto de duplicatas e compra de carta contemplada.

1. Refinanciamento de bens

No refinanciamento de bens, você utiliza um bem seu já quitado como garantia, como um imóvel ou carro, e levanta um empréstimo com taxas de juros mais atrativas.

Essa operação pode ajudar sua empresa a sair de uma situação difícil, porém, é preciso ter extrema cautela, já que você estará colocando em risco um bem do seu patrimônio, que ficará alienado ao banco até que a dívida seja sanada.

O refinanciamento geralmente é utilizado por empresas que precisam saldar uma dívida com urgência e não têm outra opção disponível. Entretanto, convém sempre questionar: se sua empresa já passa por dificuldades financeiras, será que ela dará conta de quitar essa dívida também?

Normalmente, negócios bem organizados e cujo planejamento é primordial, não costumam apelar para desse tipo de operação arriscada, pois estão preparados para lidar com imprevistos.

Uma boa orientação é planejar cada passo financeiro da empresa para não precisar colocar o patrimônio em risco depois. É recomendável procurar uma rota mais suave para resolver o problema financeiro sem causar mais danos à sua empresa.

No entanto, se não restar opção, é primoridal que você planeje essa nova dívida para ter absoluta ciência do quanto sua empresa terá que arcar todos os meses e por quanto tempo ficará a mercê desse empréstimo.

2. Desconto de duplicatas

conseguir capital de giro com desconto de duplicatas

O desconto de duplicatas é uma operação em que a empresa entrega para o banco determinadas duplicatas e este, por sua vez, antecipa o valor em conta corrente, cobrando juros por essa antecipação.

Essa operação pode ser feita de diversas maneiras, porém, as mais usuais são as seguintes:

  • Cobrança simplificada: a empresa recebe o valor das duplicatas e considera que seu comprador quitará seu compromisso pagando o valor devido. Se houver inadimplência, esse valor é descontado da empresa.
  • Cobrança caucionada: nesse caso, a empresa contrata um empréstimo junto ao banco que, por sua vez, toma como garantia as duplicatas de todas as suas vendas. Em contrapartida, a empresa pode solicitar uma parte desse valor como adiantamento do crédito

Vale lembrar que, mesmo que a propriedade dos títulos seja transferida para o banco, a empresa é corresponsável pela quitação desses títulos em caso de inadimplência. Portanto, sem organização, esse tipo de operação pode dificultar ainda mais as finanças do negócio.

É por isso que é sempre importante comparar diversas alternativas para escolher uma operação que não sacrifique sua empresa. No próximo tópico, abordaremos uma modalidade que pode ajudar seu negócio crescer sem que fique comprometido com juros altos.

3. Compra de carta de crédito contemplada

Cerca de 1 milhão de empresa já descobriram como usar o sistema de consórcios como solução para conseguir crédito sem pagar juros.

A procura é grande, porque o custo de levantar dinheiro com esse sistema é bastante inferior ao que se paga em empréstimos, e essa é a grande vantagem dessa operação.

Dentro desse sistema, existe a possibilidade de comprar uma carta de crédito que já foi contemplada. Isso nada mais é do que um consórcio que já passou pelo processo de contemplação e cujo dono da cota decidiu colocá-la para venda.

Empresas compram essas cartas e podem investir em vários setores, desde a compra de sede própria, renovação ou ampliação de frota, investimento em parque fabril, contratação e mão de obra, compra de máquina e equipamentos, reforço no capital de giro, entre diversas outras possibilidades.

Como comprar uma carta contemplada

O que sua empresa deve fazer é procurar uma dessas cotas disponíveis para venda, quitar o que foi pago em parcelas até a contemplação desse consórcio e assumir as prestações restantes.

O dono original dessa cota geralmente cobra um ágio sobre o crédito que já está disponível para uso imediato, portanto, é preciso ter um aporte inicial para dar conta dessa operação e se comprometer com o restante das parcelas.

Mas atenção: mesmo com esse ágio, o valor de uma carta contemplada é significativamente inferior aos juros dos empréstimos, por isso a procura é sempre maior que a oferta.

Neste vídeo, explicamos como é calculado o valor de entrada de uma carta de crédito contemplada:

Se você considerar que essa operação não é ideal para sua empresa, talvez se interesse por outra estratégia para conseguir crédito rapidamente, e sem juros, através do consórcio. Explicamos no item abaixo!

Como levantar crédito rápido com o consórcio

Outra maneira de conseguir crédito rapidamente e sem pagar juros usando o sistema de consórcios é com a estratégia dos lances.

Ofertar um lance nada mais é do que adiantar algumas parcelas do seu consórcio. Portanto, nesse caso, sua empresa deve entrar em um grupo de consórcio e fazer essa oferta com recursos próprios ou com um percentual da própria carta de crédito.

Fazendo isso, você consegue antecipar a sua contemplação e tem acesso ao crédito sem demora.

A Redesul Consórcios tem uma estratégia exclusiva de contemplação rápida, pois conta com dois elementos que dificilmente sua empresa encontrará em outro lugar:

  1. Nós temos acesso a milhares de grupos dos maiores bancos e administradoras de consórcios do país, como Banco do Brasil, Itaú, Caixa Econômica em Embracon. Essas instituições trabalham apenas com os seus grupos; nós trabalhamos com todos eles.
  2. Nos preocupamos em manter os melhores profissionais de consórcios do país. Apenas especialistas muito experientes conseguem mapear tantos grupos com maestria, analisar o histórico de lances de cada um deles e encontrar aquele em que a sua oferta seja a vencedora.

O Lucas é empresário em Minas Gerais e é um entre tantos empresários que confiaram no Método de Contemplação Rápida Redesul para conseguir o crédito que precisavam sem demora:

Veja o que estão falando da Redesul

Como escolher a melhor opção?

Agora que você conhece algumas das principais alternativas de crédito que o mercado oferece, fica mais fácil escolher a uma solução inteligente para sua empresa.

Em tempos adversos na economia global, se arriscar em empréstimos e outras modalidades de financiamento pode ser perigoso para tirar as contas do vermelho.

Nesse ponto, o consórcio é uma excelente escolha para levantar dinheiro sem se comprometer com dívidas caras, juros altos e prazo curto para pagar.

Se gostou de descobrir essas 3 maneiras de conseguir capital de giro para seu empreendimento sem fazer empréstimo, mas ainda não tem certeza se as estratégias do consórcio servem para sua empresa, você pode agendar uma consultoria gratuita e sem compromisso com um dos nossos especialistas, basta clicar na imagem abaixo e fazer o seu cadastro:

converse com um especialista em consorcio

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quem leu este post leu também :)

Entenda o que é e como fazer antecipação de recebíveis

5 práticas para fazer uma boa gestão financeira empresarial

Entenda as vantagens de ter um imóvel para renda

Quer saber por que as empresas fecham? Veja as principais causas!

Por que a busca por consórcio imobiliário aumentou na pandemia?

A Única Maneira Comprovada de Comprar um Carro Parcelado Sem Juros

Materiais Educativos

Como conseguir capital de giro com consórcio

Crédito para investir no que quiser na sua empresa, pagando no mínimo duas vezes mais barato que empréstimo e no prazo certo.

Fale com nossos especialistas.

Trabalhe com a Redesul

Anexar Currículo no formato: .doc .pdf .docx (max 5mb )