fbpx

Quer saber por que as empresas fecham? Veja as principais causas!

Redação Redesul :)

Redação Redesul :)

O melhor da Redesul com estratégias para prosperar e aumentar seus investimentos.

Entender o comportamento do mercado é uma conduta lógica para empresários que querem manter o negócio no jogo. É por isso que saber por que as empresas fecham é fundamental para sua empresa não repetir os mesmos erros, escapando da possibilidade de ter o mesmo fim.

Agir pela intuição sem saber exatamente o que você quer para o seu negócio é um caminho muito perigoso. Mas com as informações certas, é possível ter mais controle sobre as ações da empresa, prever investimentos e evitar prejuízos.

Neste post, vamos apresentar detalhadamente os cuidados para garantir a saúde financeira do seu negócio e as melhores estratégias para se manter no mercado. Continue lendo e confira!

Qual a taxa de fechamento das empresas brasileiras?

Recentemente, um estudo desenvolvido pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) demonstrou que o despreparo para lidar com um mundo em constante transformação tem levado muitas empresas a sucumbirem.

Soma-se a isso a desconexão com outras instituições — inclusive as do Governo — e a falta de planejamento e aí estão os principais motivos para as empresas fecharem a portas. Veja:

  • 46% das empresas pesquisadas nem mesmo sabiam quantos clientes precisariam ter para sobreviver no mercado;
  • 39% não tinham noção de qual era o capital de giro necessário para abrir o negócio;
  • 55% não se importaram em desenvolver um plano de negócios.

Para além das questões pessoais e de saúde, como problemas com sócio ou mesmo doenças, que somaram menos de 10% dos motivos apresentados nessa pesquisa, o que mais se vê é o despreparo na hora de lidar com os desafios.

Sem controle financeiro e planejamento das ações, fica muito difícil manter as portas abertas. Por isso, logo mais mostraremos algumas táticas de gestão bastante eficientes para sua empresa alcançar o sucesso que você tanto almeja.

Quais as causas do fechamento das empresas?

Como já dissemos, a ingenuidade e a desorganização de muitos empreendedores ao lidarem com suas próprias empresas é o que mais traz risco de fechar as portas mais à frente.

Nem sempre a questão é apenas financeira. A falta de visão e a dificuldade em definir metas e objetivos também dificultam a permanência das empresas.

A seguir, elencamos alguns tópicos para você entender os principais motivos por que as empresas fecham.

Falta de planejamento

Você tem um plano de negócios? Tem noção de como a sua empresa pode estar daqui a um ano, cinco ou dez anos? Empresários que prosperaram tiveram o devido tempo de preparar as ideias antes de partir para a ação.

Por outro lado, a pesquisa do Sebrae sobre a causa mortis das empresas também mostra que não se planejar pode ser fatal. E não se engane! Essa falta de preparo é bastante comum, veja:

por que as empresas fecham segundo o Sebrae

Sem um planejamento prévio, agindo por impulso ou com ideias vagas, você fica à mercê da sorte. Se no curto prazo isso pode funcionar, dependendo do seu tino comercial, isso certamente fica insustentável no médio e no longo prazo.

Se você quer ver o seu empreendimento crescendo exponencialmente e escalando, é preciso primeiro pensar, se organizar e validar a sua ideia — será que ela realmente funciona? Fez testes? — para então partir para a ação.

Caso você tenha cometido algum desses descuidos apontados pela pesquisa, nem tudo está perdido. Existem maneiras de retomar o controle e nós vamos te ajudar com isso nos próximos capítulos.

Problemas de gestão

Equipe desmotivada, liderança sem visão e gastos descontrolados são problemas de gestão que podem ser fatais para o seu negócio.

Se subestimar a importância da organização e do planejamento da sua empresa, certamente você vai acumular obstáculos que mais à frente vão dificultar o desenvolvimento do seu negócio.

Por isso, algumas diretrizes que você pode ter em mente para melhorar a gestão são:

  • Criar e manter um bom diálogo com a equipe: muitas empresas, inclusive, têm uma política de portas abertas a fim de saber como anda a satisfação dos colaboradores e o que pode ser feito para aprimorar a relação com funcionários;
  • definir objetivos e metas: você precisa saber aonde quer chegar e como alcançará tal patamar para ter visão de negócio. Se nem você cuida disso, como seus colaboradores vão se importar com essa questão?
  • manter uma planilha de gastos: você tem acompanhado isso devidamente? Não aja sem levar o aspecto financeiro em consideração, pois isso pode ser bastante desgastante em um curto período.

Como pode ver, não é difícil fazer uma boa gestão, mas é necessário ser racional e ter disponibilidade para o diálogo. Acerte as arestas e prospere!

Ausência de capital de giro

Se no último ponto do tópico anterior abordamos brevemente a questão financeira, aqui, ela se torna central.

A ausência de capital de giro fez com que diversos negócios fechassem, como o estudo do Sebrae apontou. Você já levou essa questão a sério? Pois bem, a boa notícia é que hoje existem diversas maneiras de levantar capital sem prejudicar o fluxo de caixa com os juros exorbitantes dos empréstimos bancários.

Durante pandemia, o sistema de consórcio, por exemplo, atraiu muitos empresários por conta das condições facilitadas, mas principalmente pelo custo do crédito, que fica drasticamente inferior aos juros de empréstimos bancários.

Atualmente, segundo a Abac (Associação Brasileira de Administradoras de Consórcio), 10% de todos os participantes do consórcio são empresários. Isso significa aproximadamente 800 mil empresas usando o consórcio para levantar crédito.

Modelo de negócio inflexível

por que as empresas fecham evite a mente fechada

Mentes, livros e guarda-chuvas só funcionam quando abertos. Se você não concorda com esse conceito, é bom rever alguns pontos de vista.

O mundo tem mudado de forma rápida e imprevisível, e empreendedores com modelos de negócio inflexíveis são os que correm maior risco de ficarem pelo caminho.

Não seja um deles e estude sempre as transformações pelas quais o mercado passa e continuará passando nos próximos anos.

Sem isso, você fica dependente de uma esperança vaga, que pode não se confirmar no amanhã. Mais uma vez, procure manter os pés no chão, a mente aberta e ser o mais estratégico e responsável possível com o seu negócio.

Chame seus colaboradores, converse individualmente e em equipe, promova brainstorms e considere ideias que você não havia pensando. Muitas vezes, a solução inovadora pode estar dentro da sua empresa e você não sabe.

Pandemia

Falando em rápidas transformações globais e de mercado, quem diria que em 2020 ocorreria uma pandemia que impactaria a vida de todas as pessoas ao redor do mundo?

Certamente, se sua empresa está em funcionamento, você precisou se adaptar rapidamente a fim de não fechar as portas.

Se ainda não abriu seu negócio, essa é a chance de pensar melhor em como fazer isso da maneira mais acertada possível diante dos desafios contemporâneos.

Use isso a seu favor e abra um negócio de forma diferenciada.

Falta de conhecimento do mercado

Você de fato conhece o mercado no qual atua ou quer atuar ou apenas se baseia em “feeling” e no gosto que tem por negócios?

Evite agir com ingenuidade e, em vez disso, planeje-se para que as coisas saiam de acordo com os seus interesses.

Conforme já abordamos sobre o estudo do Sebrae, empresas que não sabem nem mesmo quantos clientes precisam para se manter têm se frustrado no mercado. Aproveite que já sabe dessa falha alheia para não repetir esse erro.

Como o consórcio pode evitar a falência da sua empresa?

Se o mercado atual já é desafiador, imagina ter que depender de um empréstimo bancário com altas taxas e burocracia para conseguir tocar o seu negócio? Quem conta com consórcio não precisa passar por isso e pode fazer um planejamento financeiro muito mais seguro e fácil de ser cumprido.

Se você pensa que consórcio não serve para sua empresa porque demora ou porque é algo que você precisa investir sem saber quando verá o retorno, já adiantamos que para empresas não é assim que funciona.

Estratégias para empresas

Empresários que precisam de crédito para dar um fôlego no caixa, renovar a frota, comprar máquinas e quipamentos ou invesitr em qualquer setor do negócio, costumam usar estratégias específicas para não precisar esperar. Para empresas, uma das táticas é usar a estratégia dos lances para contemplar rapidamente.

Na Redesul, existe um método exclusivo de contemplação rápida em apenas 5 passos:

Método de contemplação Redesul

Para quem não quer ofertar lances, ainda existe a possibilidade de comprar uma carta de crédito contemplada. Basta quitar o valor que foi pago por esse consórcio até a sua contemplação e mais um ágio ao dono do crédito.

E mesmo com esse ágio, é importante destacar que o crédito fica substancialmente menor do que empréstimos e financiamentos, por exemplo. É por isso que a procura por esse crédito é maior do que a oferta.

Neste vídeo, nós explicamos o passo a passo da compra um consórcio contemplado:

Com uma década de atuação, a Redesul tem sido uma grande aliada de milhares de empresa brasileiras, e também pode ajudar a sua empresa a crescer e se destacar da concorrência, com um plano específico, personalizado de acordo com as condições e necessidades do seu negócio.

Agora que você entendeu por que as empresas fecham e quais as principais causas, aproveite para saber como levantar capital de giro com consórcio e mudar a realidade do seu empreendimento.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quem leu este post leu também :)

Entenda o que é e como fazer antecipação de recebíveis

5 práticas para fazer uma boa gestão financeira empresarial

Entenda as vantagens de ter um imóvel para renda

Por que a busca por consórcio imobiliário aumentou na pandemia?

3 maneiras de conseguir capital de giro sem fazer empréstimo

A Única Maneira Comprovada de Comprar um Carro Parcelado Sem Juros

Materiais Educativos

Como conseguir capital de giro com consórcio

Crédito para investir no que quiser na sua empresa, pagando no mínimo duas vezes mais barato que empréstimo e no prazo certo.

Fale com nossos especialistas.

Trabalhe com a Redesul

Anexar Currículo no formato: .doc .pdf .docx (max 5mb )