1º passo para sair das dívidas…

Redação Redesul :)

Redação Redesul :)

O melhor da Redesul com estratégias para prosperar e aumentar seus investimentos.

sair das dividas

Neste momento, existem nada menos que 62,9 milhões de brasileiros endividados, segundo o SPC Brasil. Isso significa que pelo menos 41% dos consumidores têm prestações para pagar. Provavelmente, eles estejam pensando em como sair das dívidas.

Mas o que geralmente provoca mais aflição é quando as contas se acumulam, viram um emaranhado e começam a pesar no orçamento. Isso pode gerar inadimplência.

Se este é o seu caso, não há motivos para preocupação, existe uma estratégia sem segredos para sair de uma situação de endividamento. Melhor ainda, você aprende a nunca mais cair nas armadilhas que te levam a essa realidade.

O método foi elaborado pelo PhD em Educação Financeira, Reinaldo Domingos, que dividiu o plano em vários passos.

Neste conteúdo, você vai descobrir qual a primeira atitude para sair das dívidas com base na metodologia DSOP (Diagnosticar, Sonhar, Orçar e Poupar).

No final do texto, deixamos um bônus especial com uma orientação bastante valiosa.

Caia na real!

Este é exatamente o primeiro passo para sair de uma situação de endividamento: assumir que tem dívidas.

Pode parecer óbvio, mas muitos desses milhões de brasileiros endividados ainda não assumiram essa condição para si mesmos. Isso porque aceitar que tem problemas financeiros pode ser muito doloroso, e nem todo mundo está preparado para a verdade.

O fato é que não existe qualquer possibilidade de iniciar uma estratégia para sair das dívidas se você não tiver absoluta certeza de que dívidas são essas. Portanto, esta é a hora de deixar o orgulho de lado e entender que assumir um problema não é motivo de vergonha.

Pelo contrário, reconhecer que perdeu as rédeas da situação em algum momento, demonstra maturidade para resolver a questão como qualquer adulto consciente.

Quem tem prestações, tem dívidas

A regra é clara, se você tem contas parceladas para pagar, você tem dívidas. Isso não significa que você esteja inadimplente, mas, dependendo da quantidade de parcelas e do tamanho das contas, isto pode acontecer a qualquer momento.

Logo, admitir que tem dívidas requer que você reflita sobre algumas questões:

  • Tem prestação atrasada?
  • Usa o cheque especial como se fosse seu dinheiro?
  • Se apoia em empréstimos como um “Plano B”?
  • Tem o costume de pagar apenas o valor mínimo da fatura do cartão de crédito?

Se você respondeu sim para qualquer uma das perguntas acima, não há dúvidas que você realmente tem dívidas. O quando antes você assumir essa situação, melhor para o seu bolso.

Há dívidas que se você empurrar com a barriga ficam impagáveis, como a do cartão de crédito, por exemplo. E esse é apenas o início de um efeito dominó que tem levado muita gente a perder a casa, o carro e a decretar a falência das suas finanças.

Para evitar que isso aconteça e escapar de uma espiral de inadimplência, é preciso ter total conhecimento da sua situação. Além disso, você precisa ter foco para não cometer excessos.

Como fazer isso? Presta atenção nas orientações a seguir.

Como escapar de armadilhas financeiras

A tônica para não cair em uma situação de endividamento é: consciência. Tenha atenção extrema a tudo o que for parcelar, ponderando bem sobre a quantidade de prestações. Não esqueça de calcular os juros e SEMPRE prever essa compra no orçamento familiar.

Sobre o cartão de crédito: você sabia que os juros dessa modalidade podem chegar a 400% ao ano se você insistir em pagar apenas a parcela mínima? É literalmente muito dinheiro jogado fora, sendo assim, faça o possível para eliminar essa cultura da sua vida financeira.

Da mesma forma, o cheque especial é uma das armadilhas financeiras mais difíceis de esquivar. Mas, você precisa entender que esse dinheiro não é uma extensão da sua conta corrente, embora pareça ser.

É dinheiro do banco, que te cobra muito caro para te emprestar sem qualquer garantia. Tão caro que os juros costumam ser de 200% ao ano. Se você está vivendo todo o mês contando esse valor do cheque especial, talvez seja o momento de você rever o seu padrão de vida.

Alerta e vigilante para sair das dívidas

Questões como estas podem parecer evidentes, mas a gente nem sempre pensa no assunto se não for instigado a refletir sobre isso. Portanto, não subestime estas orientações.

Se você tiver plena consciência dos pontos que abordamos, sem nenhuma dúvida vai tomar decisões financeiras mais inteligentes e a probabilidade de desequilibrar o seu orçamento por atitudes que toma por impulso, sem pensar direito, será muito menor.

Agora que você sabe que o primeiro passo para sair das dívidas é admitir que tem esse problema, já está preparado para receber o bônus que vai te ensinar fazer um “raio X” da sua situação financeira, com a ajuda de uma ferramenta bastante intuitiva, basta clicar neste vídeo para descobrir:

Se quiser saber os próximos passos para sair das dívidas de uma vez E PARA SEMPRE, se inscreva no nosso blog para ter acesso a mais conteúdos exclusivos.

E não esqueça de se inscrever no nosso canal do YouTube! Lá, você encontra mais orientações valiosíssimas para fugir do endividamento.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quem leu este post leu também :)

Consumidores chegam pagar 30% mais em carros de luxo quando não prestam atenção nisso

Entenda as vantagens de ter um imóvel para renda

Quer saber por que as empresas fecham? Veja as principais causas!

Por que a busca por consórcio imobiliário aumentou na pandemia?

A Única Maneira Comprovada de Comprar um Carro Parcelado Sem Juros

Saiba como se adaptar para fazer um trabalho remoto produtivo!

Materiais Educativos

Como conseguir capital de giro com consórcio

Crédito para investir no que quiser na sua empresa, pagando no mínimo duas vezes mais barato que empréstimo e no prazo certo.

Fale com nossos especialistas.

Trabalhe com a Redesul

Anexar Currículo no formato: .doc .pdf .docx (max 5mb )