Planejamento Financeiro Empresarial: como fazer?

Redação Redesul :)

Redação Redesul :)

O melhor da Redesul com estratégias para prosperar e aumentar seus investimentos.

Fazer um planejamento financeiro empresarial acertado é uma tarefa que todo empreendedor deve ter clara em mente. Sobretudo aqueles que atuam no ramo de Pequenas e Médias Empresas (PME), já que muitas vezes lidam com recursos mais modestos dentro do montante a ser gerido pela empresa. É por meio desse discernimento que se torna possível tocar os negócios no longo prazo e alcançar resultados significativos para o empreendimento.

Se você vem tentando obter maior clareza sobre o assunto a fim de acertar na hora de gerenciar as finanças, não se preocupe. Com este post, ficará mais fácil ter os direcionamentos de que precisa e aprimorar a forma como tem feito isso. Continue lendo e aprenda com as informações a seguir.

Auxílio direto de um consultor financeiro

Agirmos sozinhos em um assunto que não dominamos completamente ou no qual estamos encontrando dificuldades para alcançar as soluções desejadas costuma ser a pior escolha. O auxílio direto de um consultor financeiro pode transformar a maneira como você tem pensado o seu planejamento e lidado com as finanças do negócio. Portanto, caso tenha resistência com esse tipo de ajuda, talvez seja hora de abrir um pouco mais a mente.

Afinal, um bom consultor financeiro tem a capacidade de identificar pontos falhos que não estão nem mesmo sendo vistos pelo gestor, além de apontar possíveis potencialidades que já vem dando certo, mas estão subutilizadas em seu negócio. Essas são algumas das habilidades desse profissional que podem ser cruciais para sua empresa.

Além disso, o know how adquirido na constante lida com diversos empreendimentos permite que eles tenham uma visão privilegiada das dificuldades enfrentadas por boa parte das empresas. Aproveite para diferenciar a sua gestão e melhorar o planejamento financeiro.

Registro das contas a pagar e das contas a receber

planejamento financeiro empresarial registro de contas

Um dos primeiros passos para planejar bem é ser realista. Afinal, se você não souber o quanto deve e o quanto tem a receber, será impossível enxergar o desenvolvimento do seu negócio no longo prazo. Por isso, o registro das contas a pagar e o dinheiro a entrar no caixa devem ser uma das bases de seu planejamento.

Aproveitando que falamos sobre a importância de pensar a longo prazo, é importante prestar muita atenção a esse aspecto. É mais do que sabido que grande parte dos empreendimentos sucumbem em seus primeiros 5 anos de atividade. A visão não imediatista do seu negócio é que pode evitar que infortúnios como esse aconteçam.

Diferenças entre custos

Certos produtos e operações envolvidas no funcionamento do seu negócio obviamente apresentam diferença entre custos. Imagine, por exemplo, que você precise realizar a compra de uma determinada máquina para aumentar a produtividade da sua empresa, mas ela só é encontrada fora da sua cidade. Os custos com frete, transporte e demais aspectos que podem estar envolvidos até a chegada do produto ao seu empreendimento devem ser considerados na conta.

Da mesma forma, na hora de estabelecer o preço do que você vende — seja um produto ou serviço — será inevitavelmente necessário levar em conta a diferença entre os custos diversos necessários para manter sua empresa funcionando, como:

  • pró-labore;
  • aquisição de matéria-prima;
  • luz, água, energia;
  • transporte;
  • seguros;
  • investimentos em cursos de atualização, workshops e demais capacitações que podem ser recorrentes em seu negócio.

Esses são apenas alguns detalhes mais comuns. No entanto, dependendo da sua área de atuação, podem existir ainda outros elementos a serem considerados. Tenha isso claro para ter uma visão real da diferença entre os custos e evitar que a conta da empresa entre no vermelho.

Despesas e Perdas

Convenhamos: não temos controle sobre tudo, não é mesmo? Por esse exato motivo deve existir uma folga no seu planejamento financeiro empresarial para cobrir despesas com imprevistos e perdas. Por exemplo, digamos que sua empresa esteja envolvida no lançamento de um determinado produto que precisa ser entregue dentro de um tempo específico. Pensemos também que algum revés aconteça no meio desse processo e você precise contratar serviços extras para conseguir cumprir essa data limite com o cliente.

Se não houver caixa para isso, o que você fará em uma situação como essa? Considere ainda quando incidentes, como danos no material ou extravios, ocorrem. É importante ter um plano B para o seu negócio continuar operando mesmo diante das adversidades. Você já parou para pensar em cenários como esse? É isso que fará a diferença em momentos de crises e aprimorará a competitividade da sua empresa.

Software financeiro e suas vantagens

planejamento financeiro empresarial softwares

Já não é surpresa para ninguém que hoje existem softwares para as mais diversas finalidades. No caso do planejamento financeiro empresarial não poderia ser diferente. Fazendo uso de programas e aplicativos especificamente voltados para isso é possível ter um controle ainda maior com as facilidades que a tecnologia oferece aos empreendedores hoje.

Certamente, estar antenado a esses recursos abre novas possibilidades e é preciso se atualizar sobre essas oportunidades a fim de acelerar ainda mais o desenvolvimento do seu negócio. Pensando nisso, alguns bons programas e aplicativos que poderíamos citar são:

Alguns deles, como o QuickBooks, funcionam bem até mesmo para profissionais liberais, já que são bastante completos e concorrentes diretos da Conta Azul, que é um dos sistemas mais populares no Brasil no momento.

Como podemos ver, fazer um planejamento financeiro empresarial eficiente faz toda a diferença e pode trazer resultados incríveis para o seu negócio. Muitas vezes, por esse importante aspecto ser subestimado, diversas empresas enfrentam problemas para dar continuidade às suas atividades no longo prazo e acabam emperrando em meio a esses detalhes.

Agora que tem as informações certas, aproveite para transformar a forma como vem fazendo isso e alcançar desdobramentos mais significativos para o seu empreendimento. As Pequenas e Médias Empresas (PME) têm muito a ganhar a parte desses direcionamentos.

Se gostou de descobrir como fazer o Planejamento Financeiro Empresarial em seu negócio, aproveite para ler sobre 5 maneiras de levantar o capital de giro da empresa.

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quem leu este post leu também :)

Onde investir o seu dinheiro em 2021-2022?

Consumidores chegam pagar 30% mais em carros de luxo quando não prestam atenção nisso

Entenda o que é e como fazer antecipação de recebíveis

5 práticas para fazer uma boa gestão financeira empresarial

Entenda as vantagens de ter um imóvel para renda

Quer saber por que as empresas fecham? Veja as principais causas!

Materiais Educativos

Como conseguir capital de giro com consórcio

Crédito para investir no que quiser na sua empresa, pagando no mínimo duas vezes mais barato que empréstimo e no prazo certo.

Fale com nossos especialistas.

Trabalhe com a Redesul

Anexar Currículo no formato: .doc .pdf .docx (max 5mb )