Como usar o consórcio para pequena reforma residencial

pequena reforma residencial

A aquisição de um imóvel é umas das conquistas mais importantes do brasileiro, entretanto, ter uma casa ou apartamento próprio às vezes não é o suficiente para garantir conforto e segurança para a família, e investir em uma pequena reforma residencial pode ser essencial pra manter a qualidade de vida.

Além disso, algumas alterações na composição e estrutura do imóvel também são importantes para valorizar o bem e garantir a qualidade de cada ambiente de convívio. Acontece que muitas pessoas não possuem reservas para fazer esta manutenção, e também não se planejaram antes dos problemas começarem a aparecer.

Pensando nisso, nós produzimos um conteúdo completo para você entender como fazer uma pequena reforma residencial, de até R$ 50 mil, usando o sistema de consórcios.

O momento certo para a reforma

Os motivos para se preocupar com essas pequenas reformas são diversos: muitas pessoas adquiriram uma casa há certo tempo e hoje sofrem com goteiras, infiltração, pintura descascada, enfim, alguns detalhes que se não forem sanados podem virar um problemão com o passar dos anos;

Outras, querem construir um novo banheiro, uma piscina, uma churrasqueira no quintal, ou até mesmo ampliar a estrutura do imóvel. Para todos esses casos em que as melhorias não ultrapassam R$ 50 mil, o CONSÓRCIO DE SERVIÇOS é a solução mais inteligente, pois não há necessidade de pagar absolutamente NADA DE JUROS para levantar o crédito. (Para melhorias acima de R$ 50 mil, consulte nosso conteúdo sobre consórcio de imóveis para reforma,
clicando aqui).

Consórcio de serviços

Se você planeja fazer melhorias na sua casa, já fez um orçamento cujo valor não ultrapassou os R$ 50 mil, então o consórcio de serviços é a solução mais inteligente, pois você consegue levantar esse crédito sem pagar juros, sem precisar de qualquer valor pra entrada e com parcelas mensais justas, que cabem no seu bolso.

Para isso, é preciso ser proprietário de um imóvel urbano e, levando em consideração que a reforma não altera as características do bem, não há necessidade de laudo de análise da prefeitura (exceto quando houver ampliação), sendo, porém, necessário providenciar orçamento e cronograma físico-financeiro da obra, memorial descritivo e ART (Anotação de Responsabilidade Técnica) de projeto e execução.

Várias possibilidades

A partir dessas condições, você deve escolher umas das seguintes possibilidades:

  • Ampliação;
  • Pintura;
  • Instalação hidráulica;
  • Instalação elétrica;
  • Compra de materiais;
  • Serviço de marcenaria;
  • Serviço de manutenção;
  • Construção de piscina;
  • Construção de churrasqueira;
  • Troca de revestimentos;
  • Reparos em geral;

Como fusar o consórcio para uma pequena reforma residencial

Aderindo ao consórcio de serviços, você entra em um grupo com pessoas com o mesmo objetivo. Todos contribuem com parcelas mensais, formando um caixa comum. Como não há empréstimo, não há juros, por isso as parcelas mensais são justas e cabem no bolso de todos, e ainda tem a vantagem de não precisar dar qualquer valor de entrada.

O tempo de contribuição é definido em contrato pelo grupo, mas geralmente para serviços é de 24 meses. É importante salientar que até o final deste período, todos os membros do grupo recebem o crédito.

A adesão também é simples, pois não existe análise de restrição de crédito, nem comprovação de renda, sendo esses itens analisados somente após a contemplação, o que garante a vantagem de organizar toda a documentação durante esse tempo.

Portanto, esta é a solução perfeita para quem não tem uma renda muito alta e não tem condições e nem disposição de passar vários anos pagando juros altíssimos de um financiamento, que no final pode custar até o dobro do valor do crédito.

Adiantando a contemplação

Quem adquire um imóvel, precisa se preocupar em planejar reformas e melhorias futuras, e esta preocupação deve existir desde o momento da aquisição. Por isso, é importante aderir ao consórcio de serviços com antecedência, para poder planejar e garantir que sua casa esteja sempre em condições de uso.

No entanto, algumas vezes os problemas começam a aparecer e pegam o proprietário desprevenido e, neste caso, é preciso levantar o crédito com mais rapidez, para isso, também existe solução! Basta ofertar um lance para o grupo, que nada mais é do que adiantar o pagamento de algumas parcelas do seu consórcio, valor este que será abatido do seu saldo devedor.

Caso sua oferta seja a maior do grupo, você já pode sair com sua carta de crédito e usar para a reforma. Você pode conferir o material completo sobre os lances, é só clicar aqui.

Com todas essas vantagens, não há mais motivos para deixar de investir na valorização do seu imóvel e, de quebra, garantir qualidade de vida!

Então, clique aqui, converse com um dos nossos consultores e tire todas as suas dúvidas sobre esse sistema. Você vai poder fazer uma simulação das suas condições para entrar em um grupo de consórcio de serviços e finalmente planejar a sua reforma.

Deixe aqui o seu comentário

SOBRE O AUTOR

Ajudo você ou sua empresa a despertarem a consciência sobre o uso inteligente do dinheiro, trazendo Educação Financeira e usando o Consórcio como ferramenta para garantir a conquista dos seus sonhos e objetivos.

CATEGORIAS

REDES SOCIAIS