Mindset financeiro – Descubra o seu

Redação Redesul :)

Redação Redesul :)

O melhor da Redesul com estratégias para prosperar e aumentar seus investimentos.

Dinheiro tem tudo a ver com comportamento. Seus hábitos, pensamentos e sentimentos, sobre o dinheiro, vão determinar como você o gasta, como o investe e quais frutos isso vai gerar na sua vida pessoal ou profissional.

Mindset financeiro, ou mentalidade financeira é o conjunto predeterminado de crenças sobre o dinheiro. Todos nós temos alguma crença em relação a ele. 

Mesmo que você não consiga verbalizar qual é a sua mentalidade, ela ainda está lá, inconscientemente. 

Algumas crenças comuns sobre o dinheiro são:

“Vou aproveitar o máximo da vida, vou gastar enquanto estou vivo”.

“Dinheiro é a raiz de todos os males”

“Dinheiro é apenas um meio de troca, a riqueza é sinônimo de um trabalho bem-feito”.

“Vou investir hoje para colher os frutos daqui um tempo”.

“Dinheiro não traz felicidade”.

“Prefiro pagar à vista”. 

 “Meus problemas financeiros são culpa de _______”.

 

Reconhece algum desses “mantras” em sua própria vida?

Cada frase acima, expressa um padrão de mentalidade, de mindset.

Se o seu cérebro enxerga o dinheiro como algo ruim, mesmo que inconscientemente, você vai querer se livrar dele, comprando compulsivamente, por exemplo, ou se endividando.

É importante dedicar algum tempo para identificar qual é sua mentalidade financeira. 

Por que? Porque o seu mindset o ajudará ou o impedirá a ter sucesso. É a famosa autossabotagem.

Não adianta apenas rotular as velhas mentalidades financeiras como falsas, não adianta apenas afirmar para si mesmo “eu sei que dinheiro não é a raiz de todos os males”, você tem que substituí-las, na prática, por uma nova mentalidade. 

Aqui estão quatro mentalidades financeiras comuns e como você pode substituí-las. A terceira é a menos falada e a que causa mais “estrago”.

 

  1. Meu sucesso é sobre o que eu sou e não sobre o quanto eu tenho no banco.

Essa mentalidade tende a nos fazer desdenhar o dinheiro, colocar ele no rol de coisas não importantes.

Tudo bem, sabemos que dinheiro não compra felicidade, afinal felicidade é um estado de espírito e não algo físico.

Porém, o dinheiro resolve problemas, te dá liberdade, permite conforto e crescimento.

Se você é o tipo de pessoa que coloca o dinheiro em segundo plano, isso pode estar te trazendo problemas como:

– Dificuldade em guardar dinheiro ou investi-lo;

– Anda sempre endividado;

– Assim que “vê” dinheiro sai gastando;

– Entre outros.

Como superar essa mentalidade? Simples! Comece a enxergar todos os problemas que você tem hoje. Quantos seriam resolvidos, caso você tivesse uma vida financeira mais equilibrada?

Não adianta receber R$ 100.000,00 e ficar devendo R$ 110.000,00. Você pode estar tentando se livrar do dinheiro inconscientemente.

Tente criar o hábito de PERMANECER com dinheiro e esteja sempre alerta.


2) Economizar é para pessoas que têm dinheiro sobrando.

 Essa mentalidade é parecida com a anterior. Porém, aqui a pessoa pode até não ver o dinheiro como algo negativo, contudo vive na ilusão de achar que só conseguirá guardar dinheiro quando ganhar mais. 

Isso é um erro pois, personalidades assim sempre gastam mais do que ganham, independentemente dos ganhos.

Sua vida financeira se resume a gastar menos do que ganha. É muito simples. 

Mas o que geralmente acontece é que as pessoas gastam até o último centavo que ganham, o que não deixa margem para erros, no futuro. 

Emergências acontecem e você pode não ter um extra para cobrir algum imprevisto.

Uma máquina quebra na empresa, uma rescisão acontece e você fica de mãos atadas, tendo que recorrer a empréstimos com juros altíssimos.

É assim que a dívida acontece, então volte sua mente para uma mentalidade de poupar e investir. 

Poupar uma parte de sua renda o impede de se endividar no futuro. 

 

3) Eu posso pagar à vista.

 Esta mentalidade tem levado grandes empresários para o buraco.

Não é porque você PODE pagar, que você DEVE pagar à vista.

Se descapitalizar, em uma única transação, como a compra de um imóvel, por exemplo, impede você de aproveitar oportunidades.

Um imóvel de R$ 1.000.000,00,  pago à vista, impede que você ganhe R$ 1.361.220,00. Calma vamos explicar.

Suponhamos que você utilize o consórcio para fazer a sua aquisição imobiliária e aproveite o parcelamento para pagar, no acumulado, quase o mesmo valor que o preço à vista.

Nesta simulação, você daria R$ 500.000,00 de lance (modalidade de contemplação no consórcio) e nos primeiros meses estaria com a carta de crédito nas mãos, contemplada, pronto para pegar as chaves do seu imóvel, sem depender daqueles sorteios, no consórcio.

Pode pagar em menos tempo, não sofre com aquelas enormes taxas do financiamento e não se descapitaliza, sobrando R$ 500.000,00 neste exemplo.

O meio milhão, que sobrou, você aplica em algum CDB que pague 7,65% ao ano, ao final de 15 anos (mesmo prazo que você parcelou pelo consórcio para quitar a casa), você teria R$ 1.361.220,00 na conta + um imóvel próprio de R$ 1.000.000,00, isto é, de alto padrão e quitado!

Ainda há de se levar em conta que o imóvel pode valorizar, em média, 6% ao ano.

Se você for mais longe no raciocínio, pode alugar esse imóvel e, com o dinheiro do aluguel, pode abater as parcelas.

Ao fim serão mais de 2 milhões feitos, sem esforço, por você.

Em resumo, pagar à vista te dá prejuízo. Esse é só um dos exemplos.

Caso tenha se interessado pelo consórcio via lance, com contemplação acelerada, entre em contato conosco, clicando no link abaixo:

redesulconsorcios.com.br/servicos/tenha-um-imovel-lp/  


4) Alguém / algo é o culpado por você não ter tanto dinheiro quanto gostaria.

 Você, e somente você, é responsável pela sua vida financeira. Todas as decisões, grandes e pequenas, que você fez ao longo do caminho, foi o que o levou ao seu ponto financeiro atual. 

Quanto menos tempo você perder, culpando os outros por onde você está, mais rápido será capaz de seguir em frente.

Que crenças você está disposto a defender? E quais crenças precisam ser substituídas por algo novo?

Caso você tenha o mindset investidor, e queira fazer o seu dinheiro trabalhar ainda mais por você, entre em contato com a gente e vamos discutir as opções disponíveis HOJE.

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quem leu este post leu também :)

O lado oculto do seguro de vida

RED: O novo membro da Redesul Consórcios. SOMOS TODOS UM

Crédito Rural com consórcio? O que não te contaram…

A poupança está queimando o seu dinheiro!

Crédito para construtoras e incorporadoras: sem juros e sem precisar ter vendido unidades

Tudo que você precisa saber sobre consórcio de imóveis

Materiais Educativos

Como conseguir capital de giro com consórcio

Crédito para investir no que quiser na sua empresa, pagando no mínimo duas vezes mais barato que empréstimo e no prazo certo.

Trabalhe com a Redesul

Anexar Currículo no formato: .doc .pdf .docx (max 5mb )