fbpx

Financiamento ou consórcio: saiba tudo o que precisa antes de começar a investir

Redação Redesul :)

Redação Redesul :)

O melhor da Redesul com estratégias para prosperar e aumentar seus investimentos.

Investir em um bem ou serviço de alto valor nem sempre é fácil, esperar o tempo certo para juntar o quantia necessária pode demorar demais, e quando a necessidade acaba batendo na porta e não tem jeito, é hora de adquirir o imóvel para a família, o veículo usado para ir trabalhar ou o capital de giro necessário para abrir sua empresa.

É nesse momento em que começamos cogitar duas opções: consórcio e financiamento. Mas afinal, qual é a diferença entre as duas e qual é a mais vantajosa? A gente vai explicar para você:

Como funciona o financiamento?

O financiamento é uma modalidade de compra parcelada em que uma quantia de juros e taxas são postas sobre o valor total da compra e também sobre o número de parcelas, quem financia esta modalidade é o banco.

O grande benefício do financiamento é a agilidade em se conseguir comprar o desejado, como um carro, por exemplo. Porém essa agilidade depende da adequação do cliente para conseguir o crédito, se a análise do pedido for negada, o processo para se entrar nos padrões desejados pode levar muito tempo, em geral o banco exige que o comprador tenha no mínimo 20% do valor total do bem desejado.

Essa modalidade é ideal para quem precisa de um bem ou serviço imediatamente e que consiga bancar a entrada de 20%, as parcelas iniciais e os juros que as acompanham.

Como funciona o consórcio?

O consórcio é uma modalidade de compra programada em grupo, onde não existem juros, apenas a taxa mensal que é definida pela administradora para a manutenção do serviço, e mais algumas pequenas taxas para a manutenção e segurança de todos no grupo.

Para desfrutar da carta de crédito o consorciado precisa ser sorteado: o sorteio é feito através de pedras com o número de cada um dentro do grupo; isso pode acontecer no primeiro mês de Consórcio assim como pode demorar algum tempo para o cotista ser sorteado.

Mas existe também o lance, que consta em fazer o adiantamento de determinada quantia que será abatida da dívida, o maior lance consegue a carta de crédito. Como não existe uma “entrada”, o consorciado pode juntar um dinheiro a mais para investir no lance e conseguir sua carta de crédito de forma rápida.

Por isso essa modalidade é perfeita para quem gostaria de adquirir um móvel, imóvel ou serviço à médio/longo prazo, e que quer começar a ter uma vida financeira organizada, mas também possível em curto prazo através do lance ou da sorte.

Quais os cuidados ao aderir aos dois tipos de crédito

  • Juros e taxas: na hora de aderir a qualquer um dos dois lembre-se sempre de ler muito bem o contrato, saber ao certo quais são os juros e taxas existentes e o regulamento ali presente.
  • Gastos pós-compra: vale tanto para o financiamento quanto para o consórcio, porém pode ter um agravante no financiamento. Deve-se levar em consideração todas as contas, como o crédito é imediato no financiamento tem-se a ilusão de que tudo será fácil, porém ao se comprar um carro, além das parcelas iniciais também deve-se levar em conta os gastos com o veículo, tais como emplacamento, seguro, manutenção, lavagem, gasolina, etc.
  • Retorno do investimento: sabendo que se gasta mais com o financiamento deve-se levar em consideração o negócio que se faz, o imóvel costuma valorizar com o tempo, se bem mantido, já um carro desvaloriza do momento em que é retirado da garagem, este negócio não vai voltar para você e não deixa de ser diferente no consórcio, mesmo o investimento sendo bem menor.
  • Prazos: o financiamento imobiliário pode gerar linhas de crédito parceladas em 420 meses, são 35 anos pagando por uma casa. O parcelamento máximo do consórcio para imóveis costuma ser de 200 meses, um pouco mais de 16 anos; já o crédito para veículos no financiamento costuma ter mais parcelas do que no consórcio. Muita coisa pode mudar em 16 anos, imagine então em 35? Pense a longo prazo e não dê margem para o erro.

Qual a opção ideal para mim?

Tudo vai depender da sua necessidade no momento, ao aderir ao financiamento você vai ter seu bem ou serviço de forma rápida, mas vai pagar um preço alto por isso.

Ao optar pelo consórcio, o preço é baixo e acessível, mas talvez leve um tempo para conseguir ser sorteado ou dar o lance correto. Pense muito bem e opte o que for o melhor para você agora e no futuro.

Se interessou pelo consórcio? Vem conversar com a gente, temos o plano perfeito que vai caber no seu bolso com economia, conforto e sem estresse.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quem leu este post leu também :)

Consumidores chegam pagar 30% mais em carros de luxo quando não prestam atenção nisso

Entenda as vantagens de ter um imóvel para renda

Quer saber por que as empresas fecham? Veja as principais causas!

Por que a busca por consórcio imobiliário aumentou na pandemia?

A Única Maneira Comprovada de Comprar um Carro Parcelado Sem Juros

Saiba como se adaptar para fazer um trabalho remoto produtivo!

Materiais Educativos

Como conseguir capital de giro com consórcio

Crédito para investir no que quiser na sua empresa, pagando no mínimo duas vezes mais barato que empréstimo e no prazo certo.

Fale com nossos especialistas.

Trabalhe com a Redesul

Anexar Currículo no formato: .doc .pdf .docx (max 5mb )