Finanças da empresa: 5 passos importantes para colocar o negócio em ordem

Redação Redesul :)

Redação Redesul :)

O melhor da Redesul com estratégias para prosperar e aumentar seus investimentos.

Economistas do Serasa divulgaram um novo fenômeno para definir as mais de 1,2 milhão de empresas que foram criadas no 1º semestre de 2018: o empreendedorismo por necessidade. Com a recuperação lenta da economia, o desemprego e a baixa quantidade de vagas disponíveis no mercado, a população, sem opção, apela para a abertura de novos negócios, sendo as finanças da empresa uma das maiores preocupações.

Milhões de brasileiros iniciam uma jornada de gestão empresarial sem ter qualquer noção de administração de empresas, o que tem sido um dos principais motivos que levam esses empreendimentos a fecharem as portas em pouco tempo.

Se você é um empresário que, mesmo sem formação ou vivência em administração de empresas, sabe que precisa manter o negócio organizado, ainda dá tempo de evitar prejuízos com esses 5 passos importantes que qualquer empreendedor precisa saber pra manter as finanças da empresa em ordem.

Passo 1: Definindo as finanças da empresa

Antes de começar a fazer um controle das finanças da sua empresa, é importante estabelecer o que são essas finanças. Ao contrário do que muita gente pensa, elas não são apenas a contas a serem pagas. Na verdade, elas envolvem todas as transações financeiras, incluindo as vendas.

A gestão das finanças pode ser dividida em dois grupos: despesas e receitas. Esse controle é importante para que você não tenha problemas na hora de fazer investimentos, como a compra de novos produtos ou equipamentos, por exemplo. Com um controle rigoroso das finanças da empresa, você não terá nenhuma surpresa e poderá planejar o crescimento do negócio com muito mais segurança.

Uma vez essas finanças bem definidas, é hora de começar a colocar as coisas em ordem.

Passo 2: Organizando tudo

A organização é importante não só para o dono da empresa, mas também para a pessoa que irá assumir o seu lugar quando ele estiver ausente.

Guardar informações apenas na memória, portanto, é um perigo para o seu negócio, pois além de estar sujeito a esquecimentos, você pode ter problemas quando algum fornecedor pedir um comprovante de pagamento ou se algum cliente solicitar reenvio de boleto, por exemplo.

Para não ser pego de surpresa e acabar passando por um contratempo por falta de organização, passe a registrar todos os dados financeiros, seja em uma planilha ou em um sistema próprio para isso.

As planilhas do Google Drive e Excel são muito boas para quem deseja fazer controle financeiro, além do aplicativo ZeroPaper, que é gratuito e fácil de usar. Mas se você prefere o mais tradicional, pode anotar tudo em um caderno ou livro-caixa; o importante é ter essas informações disponíveis para quando for necessário.

Além de registrar todos os gastos, existem também alguns hábitos que você pode adotar para tornar a gestão financeira ainda mais fácil e prática. Um deles é a conferência bancárias diária para ter certeza de que os pagamentos foram feitos corretamente, além de controlar os pagamentos que já foram debitados e os que ainda não foram.

Adote um horário fixo para fazer os pagamentos e salve todos os comprovantes para poder consultar posteriormente. Guarde também os boletos emitidos.

Sempre que possível, faça reuniões com sua equipe para conversar sobre a performance das vendas e o que pode ser feito para ser melhorado. Nessas horas, quanto mais informações você tiver, mais fácil será analisar a viabilidade de determinadas opções.

Passo 3: Realizando a gestão do caixa

Através da gestão do caixa, você poderá estudar a situação da empresa com muito mais facilidade e precisão. Sempre mantenha o controle de quanto dinheiro há no caixa da empresa e tente estimar o quanto terá no final do mês. O responsável financeiro precisa estar sempre por dentro dessas informações.

Ter dinheiro no caixa é importante para que a empresa possa continuar funcionando. Essa informação, junto com o saldo financeiro, permitirá programar os pagamentos e recebimentos sem que a conta da empresa caia no vermelho.

Não deixe de ler os 5 fundamentos que todo o pequeno e médio empresário deve saber pra administrar o capital de giro.

Passo 4: Estude o desempenho da empresa

Uma gestão de qualidade exige uma avaliação constante da performance da empresa no mercado. Se o negócio não está indo bem, busque entender em quais pontos estão os problemas e o que é necessário fazer para sanar essa questão.

Fugir da fogueira diária do setor operacional e separar um tempo para planejar a gestão é imprescindível para o sucesso do negócio.

Com os gastos e recebimentos em mãos, você vai identificar de onde o prejuízo está vindo ou qual setor não está indo muito bem. Será que a sua empresa está gastando mais do que pode? Ou o lucro está muito pequeno? Os motivos do baixo desempenho podem ser vários, por isso, devem ser bem analisados.

Passo 5: Busque também o crescimento

O crescimento é fundamental para as empresas que querem se manter no mercado. Crie objetivos e metas financeiras e defina prazos para alcançá-los. Com um propósito definido, você e sua equipe terão uma direção a seguir e poderão trabalhar com mais motivação e dedicação, inclusive no controle das finanças.

Faça uma avaliação mensal das metas, analise o seu desempenho e esteja sempre buscando novas formas de promover o crescimento da empresa. Com objetivos claros em mente, fica muito mais fácil compreender o que seu negócio precisa e como obter o que é necessário para o seu desenvolvimento.

Com esses cinco passos, você terá muito mais controle sobre as finanças e o desempenho da sua empresa. Não perca mais nenhum segundo pra colocar essas ações em prática e manter o seu negócio numa rota de crescimento.

Se esse conteúdo foi útil para você, não deixe de assinar nossa newsletter para receber mais conteúdos valiosos toda semana.

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quem leu este post leu também :)

Entenda o que é e como fazer antecipação de recebíveis

5 práticas para fazer uma boa gestão financeira empresarial

Quer saber por que as empresas fecham? Veja as principais causas!

3 maneiras de conseguir capital de giro sem fazer empréstimo

A Única Maneira Comprovada de Comprar um Carro Parcelado Sem Juros

Quer tirar sua empresa do aluguel? Veja 4 maneiras de fazer isso

Materiais Educativos

Como conseguir capital de giro com consórcio

Crédito para investir no que quiser na sua empresa, pagando no mínimo duas vezes mais barato que empréstimo e no prazo certo.

Fale com nossos especialistas.

Trabalhe com a Redesul

Anexar Currículo no formato: .doc .pdf .docx (max 5mb )