fbpx

Diagnosticar, sonhar, orçar e poupar: a fórmula do sucesso financeiro

Redação Redesul :)

Redação Redesul :)

O melhor da Redesul com estratégias para prosperar e aumentar seus investimentos.

A falta de educação financeira já é considerada epidemia no Brasil. Não é a toa que 63 milhões de pessoas estão com o nome no SPC e no SERASA.

Pode parecer estranho associar a desorganização das finanças e a inadimplência com uma doença mas, analisando a situação socioeconômica dos brasileiros, não é exagero afirmar com segurança que o descontrole com as finanças leva à degradação moral, física e emocional, adoecendo famílias inteiras.

Quando falamos em empresas, os dados também não são animadores: são 8 milhões de Microempreendedores Individuais (MEIs) totalmente falidos.

Esses dados são reforçados por Reinaldo Domingos, PHD em educação financeira, escritor, educador, terapeuta financeiro e a maior referência do Brasil sobre o assunto. Em seu livro, TERAPIA FINANCEIRA, ele explica a metodologia DSOP (Diagnosticar, Sonhar, Orçar e Poupar), que aponta a cura para essa epidemia; uma pílula a ser tomada diariamente, transformando nosso comportamento e nossa relação com o dinheiro.

Os 4 pilares

Conforme Domingos, não estamos codificados para utilizar o dinheiro como instrumento para a realização de sonhos. No Brasil, geralmente o primeiro contato das crianças com moedas ou cédulas acontece para consumo momentâneo, como comprar balas no mercadinho da esquina.

Quando adultas, essas crianças continuam com esse comportamento equivocado, acreditando que o dinheiro serve apenas para o consumo imediato e o pagamento de contas, deixando os sonhos sempre por último.

A metodologia DSOP inverte essa lógica e ensina como priorizar a realização dos sonhos antes de qualquer gasto, investimento ou pagamento, a partir de 4 pilares: Diagnosticar, Sonhar, Orçar e Poupar.

Diagnosticar

Nesse primeiro pilar da metodologia DSOP, entendemos como controlar as finanças para realizar sonhos, fazendo um Raio-X da situação financeira. Conforme Reinaldo Domingos, além de registrar bens, dinheiro guardado e despesas, é preciso realizar um apontamento de gastos diariamente por no mínimo 30 dias e no máximo 90 – isso deve ser feito no ato da compra.

É preciso especificar cada despesa (uma bolsa, por exemplo) que deve ser anotada separadamente. Após esse período, identifica-se o padrão de vida real, traçando um mapa da sua verdadeira situação financeira. Fazendo isso, é possível apontar desperdícios e ter mais consciência na tomada de decisões, mudando comportamentos que sabotam o orçamento.

Sonhar

O segundo pilar da metodologia DSOP destaca que os sonhos devem ser priorizados, pois são eles que motivam, fazem crescer e prosperar. Por isso, é preciso estabelecer e registrar sonhos todos os anos, de curto, médio e longo prazo.

A ideia é unir a família e apontar sonhos individuais e coletivos, sem deixar as crianças de fora. Depois, pensa-se na redução de despesas e retenção de uma parte dos ganhos para priorizar a realização desses sonhos.

A metodologia é bastante clara: sonha-se primeiro e só depois parte em busca dos recursos pra realizar.

Orçar

Nesse pilar, Reinaldo Domingos aponta uma das principais ferramentas da metodologia DSOP: o Orçamento Financeiro. Deve-se registrar ganhos e subtrair o valor necessário para a realização de sonhos, descrevendo cada entrada e saída do orçamento.

Com base nisso, é possível descobrir: para onde vai a maior parte do rendimento, as principais despesas (e verificar se são todas necessárias), onde os gastos podem ser reduzidos e quais podem ser completamente eliminados.

É importante registrar inclusive as contas parceladas, cujo valor deve ser lançado, em sua totalidade, no mês da compra.

Deve-se fazer projeções no orçamento em curto, médio e longo prazo, sempre priorizando os sonhos antes de fazer qualquer pagamento mensal.

Analisando as despesas, é possível reduzir e até eliminar algumas delas, estabelecendo um percentual da renda apenas para saldar dívidas (que não deve ultrapassar 30%), e conseguindo definir a quantia que será guardada para a realização do sonho.

Poupar

No último pilar da metodologia DSOP, define-se o destino do dinheiro guardado em curto, médio e longo prazo. Segundo Domingos, é preciso poupar um valor para cada sonho, ao mesmo tempo.

Além disso, é preciso compreender seu perfil de investidor e poupar de 10 a 50% dos ganhos, buscando sempre o melhor desconto na hora de consumir e diversificando os investimentos de acordo com o tempo de realização dos sonhos.

A ideia é adequar o orçamento para que as despesas não ultrapassem os 30% da renda total.

A metodologia DSOP, de Reinaldo Domingos, é um marco na educação financeira no Brasil, justamente por permitir que os sonhos sejam priorizados nas finanças, sendo um impulso para uma séria mudança cultural na forma como o brasileiro se relaciona com o seu dinheiro.

É uma receita de sucesso facilmente aplicável e que funciona para todos os tipos de públicos, basta ser aplicada.

E pra entender melhor como aplicar, você pode acessar esse conteúdo no nosso canal do YouTube: Diagnosticar, Sonhar, Orçar e Poupar: a fórmula do sucesso financeiro!

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quem leu este post leu também :)

Consumidores chegam pagar 30% mais em carros de luxo quando não prestam atenção nisso

Entenda as vantagens de ter um imóvel para renda

Quer saber por que as empresas fecham? Veja as principais causas!

Por que a busca por consórcio imobiliário aumentou na pandemia?

A Única Maneira Comprovada de Comprar um Carro Parcelado Sem Juros

Saiba como se adaptar para fazer um trabalho remoto produtivo!

Materiais Educativos

Como conseguir capital de giro com consórcio

Crédito para investir no que quiser na sua empresa, pagando no mínimo duas vezes mais barato que empréstimo e no prazo certo.

Fale com nossos especialistas.

Trabalhe com a Redesul

Anexar Currículo no formato: .doc .pdf .docx (max 5mb )