Desisti do consórcio: posso receber o dinheiro de volta?

Redação Redesul :)

Redação Redesul :)

O melhor da Redesul com estratégias para prosperar e aumentar seus investimentos.

A realização de um sonho envolve um longo caminho e muitas vezes ocorrem contratempos que nos fazem mudar de ideia. Em se tratando do cancelamento da aquisição de uma carta de crédito, muita gente se pergunta: desisti do consórcio, e agora?

Por isso, antes de investir em algo cujo valor é alto, é normal nos questionarmos se realmente esse investimento vale a pena, afinal, é um compromisso que teremos que nos responsabilizar e a desistência no meio do caminho, seja por necessidade ou por mudança de prioridade, pode gerar transtornos e prejuízos.

E será que isso se aplica também ao consórcio? É justamente isso que vamos explicar neste artigo.

Quando investimos em um consórcio, todos os termos e condições relativos a ele são previstos em contrato. Por isso, antes de entrar em um grupo de consórcio, é importante sempre analisar com atenção todas as cláusulas, incluindo casos de imprevisto, como a desistência, por exemplo.

O que acontece com contratos antigos?

Para contratos assinados antes de 5 de fevereiro de 2009, quando uma nova Lei entrou em vigência, a data de restituição em caso de desistência é somente após a contemplação de todos os membros do grupo. Pra esses casos, a administradora tem até 30 dias após o encerramento do grupo para devolver o valor do desistente, com os devidos descontos de taxa administrativa e possível multa.

O que acontece com contratos novos?

Se o seu contrato de consórcio é mais recente, você pode estar se questionando: “agora que eu desisti, o que vai acontecer?”. A gente responde a essa pergunta também:

Para quem contratou um consórcio durante a vigência da nova Lei e desistiu de continuar investindo, não há necessidade de aguardar o encerramento do grupo, porém, a restituição será feita somente quando essa cota for sorteada, ou seja, ainda assim pode ser a última contemplação do grupo.

Além disso, o valor a ser restituído é somente o que foi investido no Fundo Comum. Também pode haver uma multa de quebra de contrato, que varia de acordo com cada administradora, entretanto, tudo é especificado em contrato.

Quais os principais motivos para desistir?

Os motivos para desistir de um consórcio podem ser muitos, mas seja qual for, é importante conversar com a administradora. Uma das principasi justificativas para cancelar o consórcio é atrasar algumas parcelas e ter medo de não dar conta de quitar todo o valor da cota.

Nestes casos, se o cotista perceber que não conseguirá pagar suas prestações, ele poderá, junto à administradora, escolher um crédito de menor valor, reduzindo assim as parcelas e não tendo mais a preocupação de ficar inadimplente.

Fora isso, as administradoras oferecem várias formas de negociação para que o consorciado não desista, inclusive, a possibilidade de transferir esse consórcio para outra pessoa ou mesmo “congelar” o seu plano.

Outro motivo para pensar em desistir do consórcio é a demora para ser contemplado. Se este for o seu caso, lembre-se que você pode ofertar lances com recursos próprios ou usando um percentual da sua carta de crédito.

Tomei a decisão e desisti do consórcio, o que acontece agora?

Como é uma compra programada de prazo médio a longo, a saída de um dos consorciados pode fazer com que o grupo fique desfalcado. Por isso, a taxa de Fundo de Reserva – que é diluída nas parcelas de todos os participantes do grupo – é tão importante.

E ela que vai garantir que ninguém do grupo fique prejudicado com essa desistência, uma vez que a parcela mensal não será paga até que a cota seja repassada para outra pessoa.

Qual a melhor solução?

Mesmo qu,e exista a possibilidade de desistir do consórcio, no fim você acaba pagando por esta desistência, portanto nunca é um bom negócio. Daí a importância de planejar detalhadamente seu orçamento antes de aderir a um grupo, assim você consegue pagar todas as parcelas em dia e não será pego de surpresa.

De qualquer forma, a Redesul tem diversos materiais sobre como organizar o orçamento para realizar sonhos, organizar as finanças e começar a economizar de forma fácil e prática pra pode investir.

E você também pode continuar acompanhando nossas postagens com informações bastante úteis pra quem quer se organizar e começar e investir num sonho. Assine agora mesmo a nossa newsletter e receba toda a semana conteúdos valiosos como este.

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quem leu este post leu também :)

Onde investir o seu dinheiro em 2021-2022?

Consumidores chegam pagar 30% mais em carros de luxo quando não prestam atenção nisso

Entenda as vantagens de ter um imóvel para renda

Quer saber por que as empresas fecham? Veja as principais causas!

Por que a busca por consórcio imobiliário aumentou na pandemia?

A Única Maneira Comprovada de Comprar um Carro Parcelado Sem Juros

Materiais Educativos

Como conseguir capital de giro com consórcio

Crédito para investir no que quiser na sua empresa, pagando no mínimo duas vezes mais barato que empréstimo e no prazo certo.

Fale com nossos especialistas.

Trabalhe com a Redesul

Anexar Currículo no formato: .doc .pdf .docx (max 5mb )