Afinal, como cancelar um consórcio? Veja agora!

como cancelar um consorcio

O consórcio é uma solução bastante popular para pessoas que sonham em adquirir um bem — que pode ser imóvel, carro, móveis ou motocicleta — ou mesmo para aquelas que querem acumular uma quantia de dinheiro. Mas ele também pode ser feito por empresas que têm interesse escalar o crescimento, trazendo respostas positivas.

Independentemente do objetivo final, com ele é possível investir em pequenas parcelas durante um tempo, de acordo com a meta a ser alcançada. Porém, ao longo do processo, podem surgir imprevistos que façam o investidor desistir do consórcio. Mas será que essa é a melhor opção?

Neste texto, explicaremos como cancelar um consórcio e quais passos você deve seguir. Continue a leitura e saiba mais!

Como funciona um consórcio?

O consórcio é constituído por um grupo de pessoas que investem determinado valor mensalmente com o intuito de adquirir um bem ou serviço.

Imagine o seguinte: uma empresa precisa de um investimento de 40 mil reais e entra em um consórcio com outros 39 participantes com o mesmo objetivo. Cada um investirá em parcelas de mil reais por mês, durante 40 meses, por fim, totalizando 40 mil reais para cada participante.

Diante desse contexto é que se insere as administradoras, que são empresas responsáveis pela organização, segurança e fiscalização do processo, portanto, ao valor das parcelas é acrescida uma pequena taxa administrativa, que costuma ser aproximadamente 10 vezes menor do que os juros de empréstimos e financiamentos, por exemplo.

As regras do contrato de um consórcio

Para que o processo ocorra de forma democrática e organizada, todos mês é realizada uma assembleia em data e horário previamente definidos. Com isso, são feitos sorteios entre os integrantes e quem for sorteado recebe a carta de crédito com o valor total correspondente ao consórcio.

Parcelas

Como dito, as parcelas são pagas todos os meses, na data que for definida pela administradora responsável. É importante que todos os integrantes cumpram com o compromisso do pagamento de todas as parcelas para que o consórcio tenha sucesso.

O que pode ser feito para evitar o cancelamento?

Um dos fatores principais que levam os consorciados à desistência do contrato é o tempo de espera para ser contemplado.

E aqui é importante ressaltar que um consórcio de imóveis, por exemplo, o tempo máxima de contemplação costuma ser de até 180 meses. Entretanto, além desse tempo ser a metade do que costuma durar um financiamento imobiliário, um consórcio não precisa demorar, pois existem estratégias de aquisição rápida de crédito dentro desse sistema.

Então, quando esse problema começa a preocupar o participante, uma pergunta que pode surgir em sua mente é: como cancelar um consórcio?

O que muitos não sabem é que existem outros meios além do cancelamento para resolver essa questão. Algumas opções relevantes são:

  • oferta de lance pra adiantar a contemplação: se o seu problema é pressa, você pode ofertar um lance com recursos próprios ou usando um percentual da sua própria carta de crédito como lance ambutido e receber o crédito sem esperar pelo sorteios.
  • troca da carta de crédito: pode-se ter uma conversa com a administradora e verificar a possibilidade de realizar a troca da carta por outra de valor menor, com parcelas mais baixas;
  • venda da carta: essa opção dá oportunidade ao integrante de encontrar outra pessoa que se interesse em participar do consórcio ocupando sua vaga. Algumas administradoras oferecem ajuda no processo de procura;
  • congelamento do processo: em uma conversa clara, o indivíduo pode pedir para que seus investimentos sejam congelados. Nesse caso, se a empresa responsável pelo consórcio concordar, ele pode retomar o pagamento de suas parcelas um tempo depois.

Mas lembre-se: é preciso sempre verificar o seu contrato e checar se a sua administradora aceita esses termos.

Como fazer o cancelamento?

o que fazer para cancelar um consorcio

Se não for possível escolher alguma das opções mencionadas, o cotista pode pedir o cancelamento do contrato. Esse pedido, se feito nos primeiros sete dias após a compra do consórcio, permite que a pessoa receba o valor pago.

O indivíduo pode desistir do contrato durante o processo e até mesmo após a contemplação, mas não terá como cancelar um consórcio se, após a contemplação, o consorciado já tiver utilizado o valor recebido.

Em qualquer situação, a solicitação precisa ser feita diretamente à administradora para que sejam tomadas todas as medidas necessárias.

Esteja ciente do contrato

Como em qualquer situação, é de extrema importância que, ao assinar o contrato, a pessoa responsável leia todas as cláusulas. Assim, estará ciente de todo o processo de contratação, por exemplo, as taxas que são incluídas.

Uma das taxa que podem ser incluídas no consórcio é o fundo de reversa, que consiste em uma quantia diluída nas parcelas mensais de todos os consorciados, a fim de garantir que o grupo não seja prejudicado caso haja desistência.

Entre em contato com a empresa responsável

Para aqueles que não sabem como cancelar um consórcio, o pedido de desistência do contrato deve ser redigido de maneira formal e enviado ou entregue pessoalmente ao responsável pelo processo.

Após o recebimento do pedido, a administradora avaliará a solicitação e providenciará o cancelamento da cota. Quando chega o fim do contrato, não é necessário que o cotista cumpra com o pagamento das parcelas restantes.

Quem cancela o contrato pode ser ressarcido?

Sim, mas é preciso esperar para receber o valor pago. A devolução do dinheiro é realizada por meio de sorteios mensais, com isso, todo mês é feito um sorteio destinado aos desistentes. Assim, não é preciso que o desistente espere até o final do grupo para receber o dinheiro.

Já a quantia que será devolvida equivale somente ao percentual acumulado no Fundo Comum de cada grupo. Por isso, o valor que será recebido só é calculado após a contemplação. Além disso, no valor final ainda é aplicada uma multa compensatória referente à quebra do contrato.

Portanto, é importante que, mesmo depois de cancelar a cota, a pessoa mantenha contato com a administradora para saber quando foi contemplado e poderá receber o reembolso. Essa devolução acontece na conta informada, de forma segura.

Desistir é a melhor opção?

Muitos fatores precisam ser levados em consideração ao cancelar o consórcio, uma vez que há muitos prós e contras sobre essa alternativa. Portanto, o melhor é pensar bastante antes de tomar uma decisão concreta.

Embora os motivos para desistir sejam muitos, é importante considerar que a administradora pode oferecer outras formas de negociação que sejam favoráveis, basta conversar com um responsável.

O consórcio é um sistema que atrai diversos interessados por suas taxas mínimas e principalmente pelo fato de não cobrar qualquer tipo de juros. O interesse em aderir a esse processo para realizar um sonho ou investir nos negócios é grande e, com isso, as empresas que administram os consórcios são conscientes e podem apresentar diferentes formas para ajudar o consorciado a seguir com seu contrato.

Espero que tenhamos tirado suas dúvidas sobre como cancelar um consórcio. Agora, o que acha de entender qual é o valor do lance para ser contemplado mais rápido? A gente explica neste vídeo:

Deixe aqui o seu comentário

SOBRE O AUTOR

Ajudo você ou sua empresa a despertarem a consciência sobre o uso inteligente do dinheiro, trazendo Educação Financeira e usando o Consórcio como ferramenta para garantir a conquista dos seus sonhos e objetivos.

CATEGORIAS

REDES SOCIAIS